Notícias FASA

Acadêmicos da FASA realizam visita a Companhia Riograndense de Valorização de Resíduos

Data da publicação: 04/04/2022
COMPARTILHE: Facebook Twitter E-mail
Intitucional

Com o objetivo de aplicar conhecimentos, os acadêmicos do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária da Faculdade Santo Ângelo (FASA), realizaram uma visita técnica na Companhia Riograndense de Valorização de Resíduos (CRVR), no município de Giruá/RS. Acompanhados pelas professoras Eliara Piazza e Carlise Pivetta, a turma foi recepcionada pelas Engenheiras e colaboradoras da empresa, Amanda Marchioro e Tassia Mos.

A CRVR opera no estado do Rio Grande do Sul, com foco na área de destino final e valorização de resíduos sólidos urbanos, buscando oferecer e operar soluções integradas na área de tratamento de resíduos, utilizando tecnologias consagradas e diferenciadas, através da implantação de práticas inovadoras, sustentáveis e ambientalmente seguras e com uma equipe totalmente qualificada.

Durante a visita, os acadêmicos puderam verificar que o aterro sanitário é um espaço destinado à disposição final de resíduos sólidos gerados pela atividade humana, que segue princípios da engenharia e normas operacionais específicas que permite o confinamento seguro em termos de controle de poluição ambiental, proteção ao meio ambiente e saúde pública.

De acordo com a professora Eliara Piazza, "durante a visita, foi possível observar que uma gestão integrada contribui na ação multiplicadora de educação ambiental, na geração de riquezas para as comunidades circunvizinhas, na conduta ética e transparentes, na minimização de impactos ambientais e acidentes de trabalhos," explicou.

A professora Eliara acrescenta ainda, que a geração dos resíduos sólidos no Brasil vem aumentando ao longo do tempo, com alterações na qualidade do resíduo, o que levanta discussões a respeito do gerenciamento e da importância em se destinar estes resíduos adequadamente.

Segundo a professora Carlise Pivetta,"atualmente, as questões que envolvem a gestão dos resíduos, principalmente sólidos urbanos, têm enfoque central no cumprimento de políticas públicas, e esse alto consumismo tem gerado uma carga extremamente elevada de acúmulo de resíduos sólidos, que muitas vezes são despejados diariamente no meio ambiente sem nenhum tratamento, causando consequências graves para a saúde humana e a conservação da natureza", conclui.

NOTÍCIAS ARTIGOS

VEJA O ARQUIVO DE NOTÍCIAS COMPLETO >>

VEJA O ARQUIVO DE ARTIGOS COMPLETO >>