Artigos FASA

Os perigos da automedicação em pets

Data da publicação: 26/01/2022
COMPARTILHE: Facebook Twitter E-mail

Não é raro vermos tutores medicarem seus cães e gatos por conta própria, sem uma correta indicação de fármaco por parte de um Médico Veterinário. Porém, você conhece os perigos por trás dessa prática?

O uso inadequado de medicamentos pode levar o animal a apresentar um quadro de intoxicação, esconder sinais clínicos de outra doença mais grave ou até mesmo piorar o estado geral do animal, podendo inclusive levá-lo ao óbito. As diferentes espécies de animais possuem metabolismos distintos. Dessa forma, a absorção, distribuição, metabolização e eliminação de fármacos também serão distintas entre as espécies.

Em muitos casos, tutores utilizam medicamentos de uso humano em seus pets. Embora alguns deles possam ser utilizados de forma segura, só devem ser fornecidos ao animal após prescrição de um Médico Veterinário e cálculo de dosagem correta, visto que a dosagem recomendada quase nunca é a mesma utilizada em humanos.

Outros fármacos de uso humano devem ser evitados em animais pelo risco potencial de causar intoxicações. Exemplos clássicos são o uso do paracetamol e do ácido acetilsalicílico em cães e principalmente em gatos, os quais possuem deficiência de uma enzima capaz de metabolizar esses fármacos, sendo mais propensos a intoxicações.

Afirmações como "ele(a) estava com dor e era a única coisa que eu tinha em casa" são constantes. Porém, essa prática pode, ao invés de diminuir a dor do seu pet, causar outro problema mais grave, como insuficiência hepática ou renal aguda. Dessa forma, sempre procure um Médico Veterinário, pois ele é o profissional habilitado para prescrever o fármaco mais adequado para cada ocasião. 

A disciplina de Farmacologia Geral do curso de Medicina Veterinária trata da prescrição de fármacos, além de outros tópicos relacionados à absorção, distribuição, mecanismo de ação, metabolização e eliminação de fármacos.


Guerino Bandeira Junior

NOTÍCIAS ARTIGOS

VEJA O ARQUIVO DE NOTÍCIAS COMPLETO >>

VEJA O ARQUIVO DE ARTIGOS COMPLETO >>